conecte-se conosco


Mato Grosso

Praias do Médio Teles Pires analisadas pela Sema são consideradas próprias para banho

Publicado


Os oito corpos d’agua de três municípios da região Médio Teles Pires que tiveram seus índices de balneabilidade analisados pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) foram considerados próprios para banho. A análise foi realizada durante cinco semanas, entre os meses de julho e agosto de 2021 em Guarantã do Norte, Colíder e Peixoto de Azevedo. Nos três municípios as amostras foram coletadas pelas prefeituras e enviadas à Sema.

Em Guarantã do Norte, foram realizadas coletas em três balneários: Stregue, Cláudio e Cachoeirinha e todos foram categorizados como próprios para banho, de acordo com os requisitos estipulados pela legislação (Resolução N° 274/2000 do CONAMA).

Em Colíder, o Rancho Baixadão e o balneário Cachoeira da Família, localizado no Sítio Nossa Senhora Aparecida, também foram consideradas próprias para banho, com excelentes níveis de balneabilidade.

O Balneário Rancho Alegre, a Cachoeirinha da 11 e o Bar e Lanchonete Beira Rio, de Peixoto de Azevedo, também fizeram parte da campanha e tiveram bons indicadores da qualidade da água, sendo seguros para banho.

As águas são consideradas próprias quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras obtidas em cada uma das cinco coletas realizadas, no mesmo local, houver no máximo 800 NMP (Número Mais Provável) de Escherichia coli por 100 mililitros.

Parcerias

A Sema fez uma parceria com o Comitê de Bacia Hidrográfica (CBH) Médio Teles Pires, secretarias municipais de meio ambiente de Guarantã do Norte, Colíder e Peixoto de Azevedo e Diretoria de Unidade Desconcentrada de Guarantã do Norte para viabilizar a realização da Campanha de Balneabilidade 2021 das praias destes municípios. 

“A união de esforços entre comitê de Bacia, prefeituras e Sema trouxe segurança para a população que utiliza dos recursos hídricos para a recreação de contato primário”, pontua o coordenador de Monitoramento da Qualidade Ambiental, Sérgio Figueiredo.

A parceria, tanto com as regionais da Sema como com os Comitês de Bacias Hidrográficas e secretarias municipais de meio ambiente é essencial para viabilizar a realização das amostragens, abranger mais locais de recreação e dar continuidade a este importante trabalho para a população durante a pandemia.

A análise

A coleta da balneabilidade tem a sua metodologia descrita na Resolução nº 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente. Ela consiste na realização de amostragens durante 5 semanas consecutivas. São coletadas amostras de água em locais utilizados por banhistas para recreação de contato primário (balneabilidade), no trecho onde é possível atingir a isóbata de 1 m.

É coletada amostra para análise microbiológica e medido o pH. As amostras são acondicionadas em caixas térmicas e enviadas para análise no Laboratório da Sema, em Cuiabá, onde são processadas. Esse processo vai se repetir uma vez por semana, durante 5 semanas.

Ao final, técnicos da Sema emitem um boletim informando se a praia está PRÓPRIA (excelente, muito boa ou satisfatória) ou IMPRÓPRIA para banho.

*Supervisão de texto de Renata Prata

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Domingo (24): Mato Grosso registra 545.098 casos e 13.910 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (24.10), 545.098 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.910 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 29 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 545.098 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 1.638 estão em isolamento domiciliar e 528.974 estão recuperados. 

Devido à manutenção na base de dados do sistema oficial do Ministério da Saúde, não foi possível publicar o Ranking da Vacinação em Mato Grosso nesta semana. A perspectiva é de que o Ranking seja atualizado até a próxima terça-feira (26.10).

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 71 internações em UTIs públicas e 37 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 25,82% para UTIs adulto e em 6% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (113.090), Várzea Grande (40.175), Rondonópolis (38.252), Sinop (26.280), Sorriso (18.392), Tangará da Serra (17.798), Lucas do Rio Verde (15.700), Primavera do Leste (14.784), Cáceres (11.932) e Alta Floresta (10.817).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 404.835 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 85 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (23.10), o Governo Federal confirmou o total de 21.723.559 casos da Covid-19 no Brasil e 605.457 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.711.843 casos da Covid-19 no Brasil e 605.139 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (24.10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Curso para uso de cães em operações Bope começa nesta segunda-feira (25)

Publicado


A Polícia Militar, por meio do canil do Batalhão de Operações Policiais Especiais realizará a aula inaugural do 4º Curso de Cinotecnia Policial para emprego de cães em operações policiais, na segunda-feira (25), às 9h. O evento será no auditório da Controladoria Geral do Estado (CGE), em Cuiabá.  

A aula inaugural do curso contará com a participação do especialista em cinotecnia,  major Rafael Ribeiro Marcondes, do Corpo de Bombeiro Militar, que já atuou em 88 ocorrências reais de busca de pessoas e restos mortais e também comandou a equipe de regaste com cães na Operação Brumadinho no 2019. 

A curso do Bope tem o objetivo de ampliar a operacionalidade do canil, através da preparação de policiais para a condução e adestramento de cães em ações policiais. Treze alunos participarão da instrução, dentre os participantes estão, policiais militares e civis, policiais do Sistema Prisional, do Exército Brasileiro, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.  

A instrução que ensina o comportamento e as técnicas de emprego de cães em operações policiais segue até o dia 03 de dezembro. Atualmente, o canil da PMMT possui sete animais e quatro operadores para atuar em todo o Estado. 

Serviço 

Aula inaugural do 4º Curso de Cinotecnia Policial do Bope 

Data: Segunda-feira (25.10) 

Horário: 9h 

Local: auditório da Controladoria Geral do Estado (CGE), Centro Político Administrativo, na Capital

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana