conecte-se conosco


Cuiabá

Prefeito cobra responsabilização de secretários de Estado por desrespeito aos profissionais de Segurança Pública

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Após a suspensão da vacinação contra a covid-19 dos profissionais das forças de Segurança Pública e Salvamento, por parte do Governo do Estado, na manhã desta quinta-feira (8), o prefeito Emanuel Pinheiro cobrou mais respeito a esses trabalhadores. “Não brinquem com a vida das pessoas! Não brinquem com a vida das pessoas!”, disse indignado com o fato de o Executivo estadual ter criado expectativas junto aos seus servidores e falhado na organização do evento. 

Diante da não realização da imunização por falta de vacinas, os secretários de Estado da Casa Civil e de Segurança Pública, respectivamente Mauro Carvalho e Alexandre Bustamante, passaram a atribuir a responsabilidade à Prefeitura de Cuiabá, que, por sua vez, aguarda a entrega de doses de vacinas aprovadas pela Comissão Integestores Bipartite (CIB) para atendimento desse grupo prioritário para então repassar à Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP), que preferiu organizar a vacinação dos seus próprios servidores. 

“Que papelão aos secretários! Ficaria melhor que os dois secretários parlapatões, falastrões entregassem o cargo. Mauro Carvalho, chefe da Casa Civil, e Alexandre Bustamante, secretário de Segurança Pública. Seria mais bonito pela humilhação e pelo desrespeito aos profissionais das forças de segurança e aos seus familiares, que ficaram a manhã inteira esperando aquilo que vocês sabiam que vocês não tinham em mãos, que eram as vacinas”, criticou Emanuel Pinheiro, em vídeo publicado na tarde desta quinta-feira (8). 

A verdade dos fatos

Também no vídeo, a coordenadora e a gerente da Vigilância Epidemiológica de Cuiabá, respectivamente, Valéria de Oliveira e Flávia Guimarães, explicaram a verdade dos fatos em relação à vacinação dos agentes de Segurança Pública. Segundo elas, por serem munícipes de Cuiabá, esse público deveria ser vacinado pela campanha “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar”, junto com os demais públicos. Mas a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP) manifestou interesse em organizar a vacinação desse grupo que o Ministério da Saúde autorizou antecipar a imunização. 

Diante da manifestação da SESP, a Prefeitura de Cuiabá, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizou a capacitação dos servidores da SESP para atuarem desde o registro do cadastro até a aplicação da vacina. Esse treinamento, feito a quase 100 servidores, ocorreu na tarde de quarta-feira (7) – veja fotos na galeria. Na mesma ocasião, a SMS foi informada que a Secretaria de Estado de Saúde (SES) não teria como disponibilizar as vacinas. 

De acordo com Valéria de Oliveira, o Estado de Mato Grosso recebeu apenas cerca de 900 doses de vacinas voltadas para os profissionais da Segurança Pública, quantitativo insuficiente para atender a demanda. Ela explica ainda que o Estado não pode utilizar as vacinas de forma direta, mas sim mediante entrega para o Município, o que deve ser aprovado e formalizado pela Comissão Intergestores Bipartite. “O Estado não pode entregar a vacina para uma entidade, eles têm que entregar para um Município a quantidade referente a esses policiais para que o Município repasse a quem tem que fazer a vacina, que no caso seriam eles mesmos”, explica a coordenadora.

Diante do impasse, as técnicas da SMS chegaram a sugerir que a vacinação fosse adiada, o que não foi atendido. “Nós conversamos com quem estava representando o pessoal da Segurança e pedimos que adiasse, deixasse para amanhã, sexta-feira, porque não teria as doses. Mas eles disseram que já estava tudo acertado”, afirma Valéria de Oliveira. 

Somente na tarde desta quinta-feira (8) é que foi divulgada a Resolução da CIB com o quantitativo de doses destinadas à imunização dos agentes de segurança e salvamento, doses oriundas de reserva técnica do próprio Estado. Diante disso, ainda nesta quinta-feira (8), a equipe da SMS buscará as vacinas na central de frios do Estado e posteriormente entregará à SESP para que proceda a vacinação dos seus servidores. 

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Prefeito sanciona lei que  reconhece atividade religiosa como essencial

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

O prefeito Emanuel Pinheiro sancionou nesta terça-feira (13), a lei 6663/2021 de autoria do vereador Renivaldo Nascimento (PSDB), que reconhece a atividade religiosa como essencial em tempos de crises sanitárias, como a pandemia da covid-19.

Na última sexta-feira (9), o prefeito já havia liberado as atividades religiosas de forma presencial, de segunda a domingo das 5h às 20h30 desde que observados os protocolos de convivência e de distanciamento social com limitação de 30% (da capacidade do local). 
 
“Respeitando todas as medidas de biossegurança, como distanciamento, uso de máscara e álcool em gel, iremos conter o avanço da pandemia. Peço que todos líderes religiosos fiquem atentos a isso, para que possamos enfrentar juntos a maior  crise sanitária. E com fé em Deus iremos conseguir”, comentou o prefeito. 
 
O autor do projeto, vereador Renivaldo destaca que: “neste momento, os templos podem e devem estar abertos para um aconselhamento individual, oração, doação de alimentos, cultos, missas, encontros e outras atividades que contribuem com o fortalecimento da fé e equilíbrio emocional das pessoas, bem como a assistência social da população”, disse.
 
Em outro trecho do projeto,  consta que as instituições religiosas prestam serviços sociais importantes que, em momentos de crise, se tornam essenciais. “Temos visto nos últimos tempos em todas as catástrofes naturais, os templos religiosos participarem colaborativamente na arrecadação e distribuição de alimentos, água, roupas e itens de higiene pessoal”, complementou o vereador na justificativa.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Cadastramento para o Kit Alimentação Escolar é feito somente pela internet

Publicado


Jorge Pinho

Clique para ampliar

A Prefeitura Municipal de Cuiabá por meio da Secretaria Municipal de Educação esclarece aos pais/responsáveis que o cadastramento para o recebimento do Kit Alimentação Escolar é feito somente via internet por meio do link http://cras.rf.gd  ou acessando o fullbanner Cadastro/Kit Alimentação Escolar, no site da Prefeitura de Cuiabá. O cadastramento será feito do dia 13 de abril até às 18 horas do dia 16, deste mês. Os responsáveis devem acessar o link, preencher o cadastro com as informações solicitadas, pessoais e dos estudantes atendidos na rede pública municipal de Educação.

Os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) não estão fazendo atendimento presencial.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana