conecte-se conosco


Cuiabá

Professoras da rede pública municipal de ensino lançam livro sobre a metodologia de gamificação no processo de aprendizagem

Publicado

Nesta quarta-feira (14), às 19h30, no Museu da Imagem e do Som de Cuiabá (MISC), acontece o lançamento do livro ‘Gamificar em sala de aula: Educação Infantil’, com apresentações culturais, noite de autógrafo, coquetel e venda do livro. Organizado pelas professoras Viviani Darolt, Camila de Assis Monteiro e Carmem Silvia Grubert Campbell, a obra é o resultado de uma formação continuada realizada em 2021.

A obra, publicada pela Editora CRV, de Curitiba (PR), aborda uma metodologia que vem sendo utilizada para tentar superar o desinteresse dos estudantes na escola. Trata-se de uma metodologia que se utiliza de elementos dos jogos para o processo de aprendizagem. A ideia é sistematizar ações presentes em jogos e aplicá-las em situações de não-jogo. O livro é dividido em duas partes. Na primeira, com oito capítulos, estão reunidos documentos e orientações para profissionais da Educação Infantil, além de especificações a respeito dos jogos. A segunda parte traz relatos e experiencias inovadoras na Educação Infantil, realizadas no Centro Municipal e Educação Infantil (CMEI) Profª Aliane Fátima Rodrigues, localizado no Residencial Alice Novack.  

A Profª, doutoranda da Universidade Católica de Brasília (UCB), Viviani Darolt, professora da rede pública municipal de ensino de Cuiabá, contou que após a formação voltada para a metodologia da Gamificação e, o perceptível interesse dos professores e técnicos, surgiu a proposta de realizar o projeto. “O objetivo é divulgar a metodologia da gamificação e proporcionar aos professores uma fonte de pesquisa ao alcance das escolas públicas e particulares. Mostrar que é possível realizar o trabalho sem muitos recursos. A obra pode mostrar um novo caminho para os professores, com aulas mais participativas e dinâmicas, tanto no ensino presencial, como no ensino híbrido e no remoto/EAD e, uma possibilidade de engajamento das crianças e dos pais na aprendizagem”, contou ela.

Um pouco sobre as organizadoras

A professora de Educação Física Camila de Assis Monteiro é concursada da rede pública municipal de ensino. Com licenciatura e bacharelado pela Universidade de Cuiabá (Unic), pós graduada em Natação e Atividades Aquáticas pela Faculdades Integradas de Cuiabá (FIC). Autora do capitulo, ‘Desafio da Educação Física – Gamificação’.

A Profa. Dra. Camern Silvia Grubert Campbell, é Licenciada em Educação Física e Mestre em Ciências da Motricidade pela Universidade Estadual Paulista – UNESP – Rio Claro. Doutora em Ciências Fisiológicas pela Universidade de São Paulo – USP e Post Doc na University of Miami Miller School of Medicine (UM-MSM) sob supervisão do Dr. John E. Lewis em pesquisas clínicas em promoção da saúde. Exerce atividades de pesquisa e docência na Universidade Católica de Brasília (UCB).

Viviane Darolt tem licenciatura plena em Educação Física pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), graduação em Biomedicina pela Faculdade AUM, pós graduação em Ciência do Movimento Humano (IBIPEX), mestra em Educação Física pela (UFMT). Livros já publicados: ‘Educação Física em questão: experiências formativas na Educação Infantil, ‘Ensino Híbrido: metodologias e personalização’ e ‘Gamificar em sala de aula’.

Serviço

Lançamento do Livro- ‘‘Gamificar em sala de aula: Educação Infantil’   

Data: 14/07

Hora: 19h30

Local: Museu da Imagem e do Som de Cuiabá – MISC

Rua 7 de Setembro, nº 1, Centro Norte

Informações: (65) 98412 7245

Instagram gamificar2022

 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Réplica da Brazuca é entregue revitalizada e com acesso facilitado à população

Publicado

A Brazuca foi entregue pelo prefeito Emanuel Pinheiro nesta sexta-feira (19) completamente restaurada e em um novo ponto da cidade. O monumento, que antes ficava na Avenida Miguel Sutil, agora faz parte das atrações do Estádio Eurico Gaspar Dutra (Dutrinha). Segundo o chefe do Executivo, além de embelezar ainda mais o maior patrimônio esportivo de Cuiabá, a iniciativa também facilita o acesso do público à réplica.

No Dutrinha, ela ficará no mesmo espaço em que hoje se encontram as esculturas dos eternos craques Fulepa, (Goleiro do Mixto), Avião (zagueiro do Dom Bosco), e Bife (centroavante do Operário de Várzea Grande). De acordo com Emanuel, o estádio é o local ideal para abrigar o monumento, já que trata-se de uma estrutura que simboliza a época de ouro do futebol mato-grossense.

“Não esquecemos dos patrimônios culturais, material e imaterial, do nosso município, que fazem a nossa história. O Dutra é o templo do futebol cuiabano e mato-grossense. Por décadas, ajudou a sustentar a paixão do cuiabano pelo futebol, recebendo craques imortalizados que desfilaram em seu gramado. A Brazuca deve ficar em um ponto que simbolize essa época. Por isso, trouxemos ela para o Dutrinha”, disse o prefeito.

A réplica da Brazuca foi construída pela própria Prefeitura de Cuiabá, como símbolo da Copa do Mundo no Brasil, que teve a capital mato-grossense como uma de suas subsedes. A ação foi coordenada pela antiga Secretaria Municipal de Serviços Urbanos que, na época, era comandada pelo vice-prefeito José Roberto Stopa. A bola foi feita de fibra, possui cerca de dois metros de diâmetro e nunca havia recebido um trabalho de revitalização.

“Esse é um ato de resgate da nossa história. É um monumento que fizemos em virtude da Copa do Mundo e que passou a ser um símbolo, um ponto turístico. Agora, ela está no lugar perfeito, que é o Dutra. Temos mais um ponto de atração, que vai servir para as pessoas visitarem, tirar fotos, possibilitando que a gente nunca esqueça este momento único que nossa cidade viveu, que foi receber uma Copa do Mundo”, comentou Stopa.

O diretor-geral da Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb), Junior Leite, foi o responsável por coordenar o trabalho de restauração da Brazuca, mantendo todas suas características originais. Para isso, contratou os artistas plásticos regionais Regis Gomes e Sued J. Ferreira, que realizaram os serviços de lixamento, recuperação das partes danificadas com massa de revestimento, e pintura.

“É um monumento extremamente importante para nossa cidade. O prefeito, de forma assertiva, nos pediu que tivesse um olhar mais cirúrgico em relação à bola da Copa do Mundo. Um monumento feito há 10 anos e que precisava de uma revitalização em virtude do tempo. Ele estava deteriorado, mas em virtude do tempo, o que é normal. Fizemos a revitalização e escolhemos o Dutrinha por determinação do prefeito”, pontuou.

Também participaram da solenidade de entrega os secretários municipais de Mobilidade Urbana, Juares Samaniego, de Ordem Pública, Leovaldo Sales, e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável, Renivaldo Samaniego. A Câmara Municipal de Cuiabá foi representada pelos vereadores Chico 2000 e Paulo Henrique. 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Morador do Acre parabeniza Cuiabá por atuação no combate à violência contra a mulher

Publicado

A Secretaria Municipal da Mulher realizou nesta quinta-feira (18) uma ação de abordagem e panfletagem, visando conscientizar a população e potencializar o combate à violência contra a mulher. A atividade aconteceu no Terminal Rodoviário de Cuiabá e, entre as centenas de pessoas alcançadas, estava Willian Leandro dos Santos, morador do Acre.

Conforme contado por ele, a vinda para Rondonópolis foi para velar o corpo da irmã que, após ser vítima de estupro e espancamento, faleceu no início desta semana. Willian está entre os milhares de passageiros que passam pelo terminal diariamente e que vêm a Cuiabá para passeios, negócios, trabalho, entre tantas outras causas.

O motivo do acreano, todavia, é triste e reforça a necessidade de intensificar ações como as que são feitas pela Secretaria, na luta pela consolidação de políticas públicas de proteção à mulher. Na avaliação dele, Cuiabá está de parabéns por ter uma secretaria que trabalha em prol da causa feminina.

“Infelizmente, as mulheres ainda são as maiores vítimas de violência e morte. Então, é necessário que o poder público trabalhe para cuidar das mulheres. Parabenizo a Prefeitura, por essa ação. As pessoas precisam saber que existe uma secretaria que luta e ajuda as mulheres que estão vulneráveis a tanta violência”, disse.

Willian relatou ainda que a coincidência de ter sido abordado pela ação de conscientização no mesmo dia em que voltava de um velório da irmã causou um misto de emoções. “É muito triste estar em MAto Grosso para enterrar minha irmã. Ao mesmo tempo, fico contente em ver outras mulheres informando, orientando, e oferecendo ajuda a esse público”, pontuou.

Para a secretária Da mulher, Cely Almeida, se deparar com histórias como essa, impulsiona para que o trabalho seja ainda mais intensificado e que ações que informem a população ocorram ainda mais vezes e em todas as regiões da cidade. Segundo ela, o planejamento da gestão Emanuel Pinheiro é continuar avançando no combate à violência contra a mulher.

“Deparar com essa história me fez refletir que podemos ajudar ainda mulheres vulneráveis e que estão em um ciclo da violência. A Secretaria tem que ser modelo para todos os municípios. Quantas mulheres estão sofrendo? Quantas estão morrendo? Vamos intensificar ainda mais nossas ações. Temos que dizer a todas que elas não estão sozinhas”, finalizou Cely.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana