conecte-se conosco


Mato Grosso

Seduc e Senai se unem em cursos de Formação Técnica e Profissionalizante

Publicado

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) lançou, nesta quinta-feira (02/06), às 08h30, a Educação Profissional e Técnica do Novo Ensino Médio. O evento foi realizado em Cuiabá, no Centro de Eventos do Senai-MT, parceiro do Governo de Mato Grosso no oferecimento de 14 cursos técnicos aos estudantes.

A oferta dos cursos atende a um dos pilares do Novo Ensino Médio, denominado ‘Projeto de Vida’. Por meio de Itinerários Formativos, permite a flexibilização e a diversificação dos currículos, disponibilizando ensino técnico aos estudantes do 1° ano.  

A parceria com o Senai-MT vai proporcionar cursos técnicos e profissionalizantes a estudantes dos municípios de Alta Floresta, Aripuanã, Barra do Bugres, Cáceres, Cuiabá, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Rondonópolis, Sinop, Sorriso e Várzea Grande.

O secretário de Estado de Educação, Alan Porto, destacou que o desafio agora é engajar os jovens, ensinar e prepará-los para serem protagonistas de suas carreiras profissionais. “O Novo Ensino Médio veio para revolucionar esta nova forma de fazer a educação no país e aqui, em Mato Grosso, estamos largando na frente. Somos o primeiro estado a firmar esta parceria e, através dela, teremos 12.500 estudantes para formar até 2026”.

Danielle Aparecida Gomes da Silva, coordenadora de Gestão Pedagógica da DRE polo Diamantino, conta, que em visita ao Senai de Nova Mutum, onde duas turmas participam dos cursos técnicos, sentiu-se gratificada. “Nossos estudantes estão maravilhados. Eles estão, sim, mais engajados e bastante motivados”.

Dentro desta proposta, os alunos têm aula em um dia da semana no Senai, utilizando seus equipamentos e laboratórios e, em outro, o professor da instituição vai até a unidade escolar da rede estadual, em uma nova experiência ressaltada pelo diretor Regional do Senai-MT, Carlos Braguinha.

“Estamos indo para a prática, para dentro da escola pública e trazendo os estudantes para nossas instituições. Portanto, compartilhamos o mesmo desafio de transformar estes estudantes. Nos juntamos e nos integramos para arcar com esse desafio tão intenso, que é formar pessoas de qualidade, sobretudo, no pós-pandemia”, detalha.

Os cursos técnicos oferecidos no Senai-MT estão voltados ao atendimento das demandas das regiões onde estão sediados, o que contribui com a formação de profissionais para atender ao mercado de trabalho.

A diretora da Escola Estadual São Francisco, Luciene Marinheiro Pereira, de Aripuanã, onde 53 estudantes têm acesso ao curso técnico de Mineração, vê o novo ensino médio como uma opção para que os estudantes tenham escolhas para o futuro.

“Agora, nossos alunos estão focados em ir mais além, porque vêm uma oportunidade de serem inseridos no mercado de trabalho. Não só com possibilidades em nossa cidade, como em até outros estados, onde há empresas de mineração”, comemora.

Neste primeiro ano, estão sendo ofertados os cursos técnicos de Desenvolvimento de Sistemas, Manutenção e Suporte em Informática, Programação de Jogos Digitais, Design Gráfico, Rede de Computadores, Automação, Mecatrônica, Mineração, Edificações, Mecânica, Eletromecânica, Logística, Eletrônica e Eletrotécnica.

Além destes cursos, ainda serão disponibilizadas matrículas em cursos técnicos concomitantes. São três, realizados em quatro semestres, e podem atender alunos que estejam cursando o 2° ano do Ensino Médio: Segurança do Trabalho, Eletrotécnica e Automação.

Cursos de Qualificação Profissional, de curta duração, também entram na parceria. São ministrados em 40 dias, com carga horária de 160 horas, voltado a estudantes de qualquer ano letivo. Ao todo, são sete cursos das áreas de Gestão, Logística e Tecnologia da Informação (TI). Com isso, outro pilar do novo ensino médio é contemplado: a Valorização da Aprendizagem, com a ampliação da carga horária curricular.

A parceria com o Senai vai até 2026 e, durante este período, serão oferecidas 33 mil vagas aos estudantes da Rede Pública do Estado, divididas em 12.500 matrículas no Novo Ensino Médio, 20 mil matrículas nos cursos de Qualificação Profissional e 500 matrículas no curso Técnico Concomitante. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Projeto da Sema Mato Grosso leva práticas agrícolas sustentáveis para famílias de nove comunidades

Publicado

O Assentamento Antônio Conselheiro, em Barra do Bugres (164 km de Cuiabá), recebeu, nesta quarta-feira (30/06), da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, materiais para uso no plantio e colheita de itens da agricultura familiar. O Programa de Educação Ambiental na Agricultura Familiar (PEAAF) acontece em nove comunidades e assentamentos de Mato Grosso.

Os municípios atendidos são Peixoto de Azevedo, Tangará da Serra, Barra do Bugres, Poconé e Nossa Senhora do Livramento. São projetos comunitários implementados para a  implantação de hortas ecológicas comunitárias, viveiros e recuperação de nascentes.

“Este projeto possibilitou aos participantes o reconhecimento da importância da conservação ambiental, além de, principalmente, possibilitar a geração de renda com práticas sustentáveis”, explica a superintendente de Educação Ambiental da Sema-MT, Vânia Montalvão.

Marinalva Tavares de Souza, moradora do assentamento, trabalha na agricultura familiar diretamente  com o PEAAF, plantando horta e produzindo leite. Ela destaca o material recebido – utensílios para uso na plantação, como enxadas, pás e carrinho de pneu – que lhe permite produzir mais e melhor.  

“O projeto, para mim, é muito viável. Desde o início, na formação, já deu para aprender muita coisa. Valorizo muito o trabalho feito aqui, muito importante para nós”, diz.

 
 

Na comunidade de Faval, em Nossa Senhora do Livramento, o projeto possibilitou a educação ambiental por meio de horta comunitária, produção de mudas de árvores nativas e frutíferas do cerrado, para reflorestar as nascentes.

“Hoje, posso falar que sou uma agente de educação ambiental. Aprendi a preservar e, por isso, a conscientizar a população sobre o valor de manter o meio ambiente equilibrado”, afirma Cícera Aparecida da Silva Seni, 35 anos, professora. 

Emprego e renda – O PEAAF também incentiva o extrativismo sustentável de castanha cumaru na Comunidade Quilombola de Capão Verde, em Poconé. Natan José Campos de Oliveira, 22 anos, mora na comunidade, composta por 28 famílias. Eles trabalham com produtos, que não só têm grande aceitação no mercado como contribui para a preservação do bioma Pantanal.

“Este projeto vem para ajudar o nosso trabalho, que, sem recursos, fica muito difícil. Com ele, vai melhorar a renda. Recebemos materiais que ajudam, e muito, no processo de coleta e no processamento da castanha do cumaru”, avalia Natan.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo de MT investe R$ 236 milhões na construção e reforma de escolas de Cuiabá e Várzea Grande

Publicado

O Governo de Mato Grosso assinou nesta quarta-feira (30.06) convênios para licitação de reformas, construções, compra de móveis e entrega de equipamentos para escolas de Cuiabá e Várzea Grande. No total, os investimentos somam R$ 236,5 milhões.

De acordo com o governador, as obras são essenciais e visam garantir ensino público de qualidade, além da modernização da infraestrutura. ‘’São quatorze escolas em Cuiabá e seis em Várzea Grande que vão passar, praticamente, por uma reconstrução. As obras realizadas pelo Governo são completas. Trocamos telhados, pisos, janelas e entregamos praticamente uma escola nova’’, pontuou.  

Os investimentos que abrangem reparos e manutenções em diversas escolas estaduais são da ordem de R$ 71,6 milhões. Já para a compra de móveis e 1.081 aparelhos de ar-condicionado foram destinados R$ 15,1 milhões.

As obras que já estão em execução, como a reforma geral nas Escolas Estaduais Alina do Nascimento Tocantins, Alcebiades Calhão, Dr Hélio Palma de Arruda, Pascoal Moreira Cabral, Eliane Digigov Santana, Antônio Epaminondas, João Brienne de Camargo, Djalma Ferreira de Souza, Mariana Luiza Moreira e Manoel Cavalcanti Proença, receberam investimento de R$ 11,7 milhões.

O secretário Alan Porto destacou o compromisso do governador em investir na educação e proporcionar mais conforto e qualidade aos profissionais e alunos da educação. “É o maior pacote de investimento na modernização e infraestrutura das nossas unidades escolares. Quem ganha com tudo isso são os nossos profissionais da Educação e estudantes que terão um ambiente mais agradável, modernizado e equipado’’, pontuou.

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho, reforçou a importância das obras educacionais para Cuiabá e Várzea Grande. “Um dos gargalos da rede de ensino é a estrutura física. Esse programa de reformas, ampliações de escolas novas em Mato Grosso era esperado há muito tempo, principalmente na Baixada Cuiabana”, disse.

O senador Jayme Campos, que também prestigiou a assinatura do convênio, afirmou que é de grande importância todo o investimento e aquisições de equipamentos. ‘’Estão de parabéns’’, afirmou, assinalando o comprometimento do governo e da Seduc na realização das obras de melhoria.

“Gostaria de parabenizar o governador Mauro Mendes, o secretário Alan Porto e toda equipe da Seduc pelo trabalho que vem realizando à frente da Educação. Hoje é mais uma prova do brilhantismo desse trabalho, ao destinar o maior investimento da história da Educação Pública Estadual aqui em Cuiabá’’, disse o senador Fabio Garcia.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana