conecte-se conosco


Policial

Seminário debate experiências e soluções no combate ao roubo de cargas no estado

Publicado

A Polícia Civil participou nesta semana, em Rondonópolis, de um seminário promovido pela Associação Nacional das Empresas de Transporte de Cargas para debater experiências e buscas soluções para reduzir os crimes de roubo, furto e adulteração da cadeia de fertilizantes.

De acordo com a associação, os fertilizantes respondem por aproximadamente 40% dos custos dos agricultores, produtos que tem custo afetado por questões internacionais, tornando-o ainda mais cobiçado por criminosos e oportunistas.

A Gerência de Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil, que atua na investigação envolvendo roubos e furtos de cargas no estado participou do seminário. O delegado Gustavo Belão, que integra a equipe de investigação sobre roubo de cargas e produtos agrícolas, fez uma explanação com os números recentes no estado e as principais operações e resultados apurados realizadas pela GCCO nos últimos dois anos em Mato Grosso. Entre janeiro e dezembro do ano passado, a Polícia Civil registrou 572 ocorrências de roubo, furto e saque de cargas no estado.

No ano passado, as investigações da GCCO para desbaratar grupos criminosos que atuam no furto de defensivos agrícolas em Mato Grosso resultaram em 19 toneladas de produtos apreendidos, parte deles de benzoato, defensivo de comercialização proibida no Brasil. A tecnologia e a inteligência, junto ao trabalho integrado, são fundamentais para que as polícias possam avançar na repressão qualificada a essas organizações criminosas.

O trabalho de enfrentamento a esse tipo de crime é desenvolvido de forma integrada com outras unidades da Polícia Civil, em virtude da dimensão territorial de Mato Grosso, e também com instituições como a Polícia Rodoviária Federal e a cooperação de associações produtivas.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Tio de 62 anos é preso pela Polícia Civil por estupro de vulnerável contra sobrinha

Publicado

Um homem investigado pela Polícia Civil pelo estupro de vulnerável contra a própria sobrinha foi preso nesta sexta-feira (01.07). O crime ocorreu na cidade de Denise e é investigado pela Delegacia de Barra do Bugres.

A Polícia Civil apurou que o investigado de 62 anos cometeu os abusos sexuais contra a vítima que atualmente está com 13 anos. Os abusos teriam iniciado quando ela tinha 10 anos.

A vítima procurou ajuda do Conselho Tutelar após assistir a uma palestra na escola sobre violência sexual, na cidade de Denise.

O fato foi registrado na Polícia Civil que deu início à investigação e apurou que, além do suspeito de 62 anos, outro tio da vítima também é investigado por cometer abusos contra a adolescente.

A partir das informações coletadas na investigação, a delegada Renata Evangelista representou pela prisão dos dois envolvidos. As buscas seguem para localizar o segundo envolvido.

O homem preso nesta sexta-feira respondeu anteriormente por outro crime de estupro.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre prisão preventiva de trio envolvido em diversos roubos em Várzea Grande

Publicado

Três criminosos envolvidos em diversos roubos em Várzea Grande tiveram mandados de prisão preventiva cumpridos pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (01.07), dentro do trabalho investigativo realizado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (Derf-VG).

Os suspeitos foram identificados como autores de um roubo a residência em que uma família foi feita refém no bairro Nova Várzea Grande. O crime ocorreu no dia 22 de fevereiro, quando os criminosos invadiram a casa, rendendo o casal e as duas filhas de 03 e 07 anos, fazendo ameaças e subtraindo diversos bens.

Durante o roubo, enquanto um dos suspeitos ficou com as vítimas, as ameaçando e exigindo que fizessem transferências bancárias, os outros dois vasculhavam a casa subtraindo bens de valor, que foram colocados no veículo da vítima que também foi utilizado na fuga.

No dia 1º de março, o trio praticou um roubo a um hotel em Várzea Grande, ocasião em que foram presos em flagrante pelo crime. Na ocasião, um dos assaltantes estava em posse do celular roubado da vítima do roubo a residência.

Além dos dois roubos, os suspeitos possuem diversas passagens anteriores por crimes de roubos, furtos, associação criminosa e tráfico de drogas. Dois deles também foram identificados como autores de outro roubo a residência ocorrido no mês de janeiro em Várzea Grande.

Diante dos fatos, o delegado da Derf-VG, Maurício Maciel Pereira Junior, representou pela prisão preventiva dos suspeitos, em decorrência do envolvimento do roubo a residência em que a família foi feita refém. Os mandados foram expedidos pela Justiça e cumpridos pela equipe da Derf no presídio onde cumprem pena em decorrência dos outros crimes.

“Em virtude das investigações que apontaram o envolvimento dos investigados no roubo e de todo histórico dos suspeitos, foi representado por nova prisão preventiva, garantindo que eles permaneçam presos pela prática dos crimes”, concluiu o delegado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana