conecte-se conosco


Entretenimento

Tatuagem no ‘tororó’ de Anitta provocou ciúme na mulher do tatuador

Publicado

source
Tatuador de Anitta revela ciúmes da esposa após tatuagem na cantora
Reprodução/G1 e Instagram

Tatuador de Anitta revela ciúmes da esposa após tatuagem na cantora

Após todas as polêmicas sobre a tatuagem no ‘tororó’ da Anitta, Lucas Maffei, o tatuador da cantora, cedeu sua primeira entrevista depois de fugir da exposição por mais de um ano. Ele nega que tenha sido pedido da Girl From Rio, mas que apenas não sabia se seria um marketing positivo para sua carreira.

“Eu não queria ser ‘o tatuador do tororó da Anitta’, queria ser o tatuador, que as pessoas conheçam meu trabalho. Então fiquei meio assim de fazer esse marketing. E também muito para preservar minha família. É um negócio estranho para minha esposa, para minha filha pequena, então achei melhor dar uma recuada com isso”, afirmou.

Lucas é casado há cinco anos e possui uma filha de dois anos. E segundo o tatuador, a sua esposa sentiu ciúmes com os comentários feitos depois da publicação do vídeo da cantora fazendo a tatuagem no lugar inusitado.

“Eu acho que ela se portou muito bem. Óbvio que existe o ciúme porque existem comentários desde aquela época. Ela já está há um ano e meio recebendo essas informações, esses comentários”, comentou ao G1.

“E a qualquer lugar que eu vou, que uma pessoa saiba que tatuei a Anitta, acaba a festa e todo mundo vem falar sobre isso. Então ela já está meio cansada disso e eu entendo, né? Agora ela está muito bem, está me incentivando bastante. Não tem nenhum problema com isso”, continuou. 

Lucas, que é formado em Design Gráfico, começou a tatuar após incentivo dos amigos enquanto passava uma temporada na Austrália. Ele afirmou que a cantora não pagou nada para escrever ‘Love’ na região íntima e que chegou a retocar outras pequenas tatuagens que já tinha. 

“Foi uma tatuagem rápida porque é uma tatuagem pequena. Durou mais tempo do que deveria (15 minutos) porque é uma tatuagem que dói um pouco, meio dolorido. Então tem que dar uma paradinha às vezes. Não tenho outras referências sem ser da Anitta. Mas com certeza, pode botar aí que é uma das mais doloridas”, revelou o tatuador. 

Mesmo com a exposição que recebeu após a publicação do vídeo e as últimas polêmicas, Lucas afirmou que continua cobrando o mesmo valor que cobrava anteriormente. “Eu acho que as pessoas acham que eu vou cobrar um valor muito caro por eu ter tatuado a Anitta. Na verdade, não é assim. Continua o mesmo preço, é o mesmo preço para todo mundo”, disse. 

Anitta não foi a única famosa tatuada por Lucas. Ele já tatuou o skatista Luan Oliveira, as cantoras Agnes Nunes e Anaju, o empresário Miko Freitas (marido da cantora Kelly Key), a dupla de influencer Carolixas, além da influencer Maria Eduarda Avila, que pagou R$ 2,8 mil no trabalho e após publicar o resultado, o tatuador ganhou mais de quatro mil novos seguidores no Instagram. 

Depois da fala polêmica de Zé Neto, da dupla com Cristiano, Lucas ganhou mais quatro mil seguidores também. “Esse número ainda não está se transformando em agendamento a longo prazo. Ainda não. Mas com o tempo isso vai começar a acontecer. É meio impactante o número de seguidores. Então acho que é favorável para mim”, revelou. 

Polêmicas envolvendo a tatuagem

Durante um show na cidade de Sorriso, no Mato Grosso, o cantor afirmou que não depende da Lei Rouanet. “Estamos aqui, no Mato Grosso, um dos estados que sustentou o Brasil durante a pandemia. Nós somos artistas que não dependemos de Lei Rouanet”, declarou. 

No mesmo show, Zé Neto ironizou uma tatuagem da Anitta: “O nosso cachê quem paga é o povo. A gente não precisa fazer tatuagem no ‘toba’ pra mostrar se está bem ou mal. A gente simplesmente vem aqui e canta”, continuou.

Mesmo com o público criticando, Zé Neto apareceu no Instagram e mostrou que não se arrependeu das declarações. Em uma caixinha de perguntas, um fã perguntou se ele estava sendo atacado por conta da fala feita durante o show e ele respondeu alegando que quando bebe, acaba falando muita verdade.

“Cara, na realidade é assim. Eu tenho um defeito muito grande quando eu bebo: falo muito verdade”, respondeu. A Anitta não chegou a se pronunciar na época, mas após as investigações começarem a ganhar visibilidade, a cantora comentou sobre o ocorrido no Twitter: “E eu pensando que estava só fazendo uma tatuagem no tororó”, publicou. 

Com as declarações, o Ministério Público começou a investigar cantores que recebem cachês altos em shows que são patrocinados por prefeituras. O Gusttavo Lima, por enquanto,  foi o alvo principal das investigações, com pelo menos três apresentações em análise. Na segunda-feira (30), o cantor fez uma live no Instagram para desabafar com os fãs sobre os ataques que vem recebendo.

Na live, Zé Neto chegou a revelar nos comentários que está enfrentando uma crise na carreira após os comentários desnecessários no show. 

*Com a colaboração de Gabriela Ramos.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Luciano Szafir comenta golpe de criptomoedas sofrido por Sasha

Publicado

Luciano Szafir e Sasha
Reprodução

Luciano Szafir e Sasha

O ator e apresentador Luciano Szafir, de 53 anos, falou sobre o golpe sofrido pela filha Sasha Meneghel e pelo genro, o cantor gospel João Figueiredo, envolvendo criptomoedas.

+ Entre no  canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

— Conversei com ela e isso está sendo tratado na justiça. O responsável não vai ficar impune — conta Szafir em conversa ao GLOBO por telefone. — É um fato que todo mundo pode passar. Tem muita gente séria no mercado de criptomoedas, mas também tem muito vigarista. Infelizmente, aconteceu isso, foi aquela coisa de conhecer (a pessoa) através de amigos, mas o importante é que as providências judiciais foram tomadas.


Sasha e João Figueiredo conheceram Francisley Valdevino da Silva, conhecido como “sheik das criptomoedas”, que está na mira da Polícia Federal por ser suspeito de crime contra o sistema financeiro nacional, em um culto religioso.

+ Siga também o perfil geral do Portal iG no Telegram !

O casal investiu mais de R$ 1,2 milhão no esquema de Francisley e agora processa o empresário na Justiça de Curitiba. A Rental Coins, empresa do tal “sheik”, prometia rendimentos de até 8,5% do valor investido com um esquema de “locação de criptomoedas”. O aporte inicial foi de R$ 50 mil e, posteriormente, mais dois contratos que somados totalizavam um investimento de R$ 1,2 milhão. Sem receber o retorno esperado, entraram com um processo de dano moral e material alegando suposta fraude por parte da empresa de Francisley. O processo corre na 14ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná.

Em nota de esclarecimento, encaminhada ao GLOBO, Francisley Valdevino da Silva, também conhecido como Francis da Silva, disse que as empresas de seu grupo passam por uma reestruturação, razão pela qual deixou de pagar os rendimentos mensais prometidos a seus investidores. Na nota, ele fixou o mês de outubro para retomada dos pagamentos, “sendo este o prazo hábil para solução de todas as falhas anteriormente encontradas, possibilitando a regular continuação das atividades das empresas”.

Ao criticar a reportagem do GLOBO, que o mostrou como alvo de uma investigação por suspeita de pirâmide financeira, Francis disse que o conteúdo divulgado é contrário a toda “transparência demonstrada pelas empresas do grupo, inclusive ao que tange aos riscos que permeiam o volátil mercado de criptoativos”. Ele sustenta que os contratos pactuados “efetivaram-se através da aceitação de termo de risco que os integram, cabendo ao clientes mensurá-los e não somente a empresa”.

Sem explicar os detalhes, Francis alegou que o grupo passa por um processo de reestruturação devido à “anormalidades internas verificadas ainda em outubro do ano anterior”. De acordo com a nota, os “erros cometidos por gestões passadas, que inclusive causaram enorme abalo às estruturas, ocasionaram atrasos nos pagamentos e inadimplementos contratuais”. Com isso, alega, “foram tomadas medidas urgentes para atenuar os impactos causados aos clientes”.

Francis informou que, no momento, 9.445 clientes que aceitaram o plano reestrutural e continuam recebendo seus rendimentos de cessão de criptoativos, enquanto 4.533 clientes decidiram rescindir seus contratos por meio de acordos extrajudiciais. Ele também criticou o uso na reportagem de uma foto em que ele aparece fantasiado de sheik em evento público.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Vivendo no Retiro dos Artistas, Paulo César Pereio volta ao trabalho

Publicado

Paulo César Pereio vive no Retiro dos Artistas desde o início de 2020
Reprodução/Instagram – 02.06.2022

Paulo César Pereio vive no Retiro dos Artistas desde o início de 2020

Vivendo no Retiro dos Artistas, no Rio, desde o início de 2020, Paulo César Pereio está de volta ao trabalho e no lugar onde se consagrou e se sente mais à vontade: no cinema. Há seis anos sem trabalho, o ator, de 81, iniciou na última semana os ensaios do filme “A fúria”, que marca seu reencontro com Ruy Guerra, diretor de “Os fuzis”, de 1964, estreia de Pereio na telonas.

+ Entre no  canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

No longa, cujas filmagens começam na próxima terça-feira, Paulo César Pereio vai trabalhar ao lado de outros medalhões, como Lima Duarte, Antonio Pedro, Maria Gladys, Anselmo Vasconcellos, Ricardo Blat e Daniel Filho, que retoma a parceria com Guerra depois do clássico e polêmico “Os Cafajestes”.


O elenco se reuniu na última semana num galpão na Glória, no Centro do Rio, para as primeiras leituras do roteiro. Pereio estava acompanhado do filho, o ator João Velho, de seu casamento com Cissa Guimarães.

+ Siga também o perfil geral do Portal iG no Telegram !

O filme “A fúria”, a volta de Ruy Guerra aos cinemas após sete anos sem filmar, fecha a trilogia iniciado pelo diretor de 90 anos em “Os fuzis” e depois com “A queda”.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana