conecte-se conosco


Policial

Três do PCC são presos por matar policial dentro de sua casa; dois estão foragidos

Publicado

O Bom da Notícia

Policiais prenderam três suspeitos e apreenderam uma adolescente, todos envolvidos na morte do policial aposentado Antônio Bueno de Godoi, 65 anos, mais conhecido como “Gaúcho”. Morto a tiros neste domingo (9), durante uma tentativa de assalto na residência onde mora, no Cristo Rei, em Várzea Grande.

O primeiro suspeito, Rudmar de Arruda Silva, 27 anos, foi preso poucos minutos depois do crime, ainda no bairro. Em seu corte de cabelo, haviam as iniciais PCC (Primeiro Comando da Capital), organização criminosa.

Ainda no domingo (9), outros dois suspeitos, Andrei Lucas Da Silva, 22 anos e Gabriel João Moraes de Oliveira, 25 anos, foram presos por policiais da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), uma menor K. C.N.D.S., 17 anos, que seria namorada do primeiro suspeito
preso, foi apreendida.

A esposa da vítima narrou que seu marido foi surpreendido no quintal de sua casa por dois homens armados. Após luta corporal, um dos bandidos atirou duas vezes contra a vítima que tinha saúde debilitada. Apenas um dos tiros o atingiu na região do tórax, ocasionado o óbito.

Na fuga, os criminosos, que tinham apoio de outros dois comparsas, roubaram um veículo Fox, que não foi localizado. Da casa do policial não levaram nada. Dois suspeitos estão presos e vão responder por latrocínio, a menor também vai responder pelo crime, porém em liberdade. Outros dois já estão identificados e são procurados.

No local da prisão, os policiais apreenderam ainda uma motocicleta Honda XRE, furtada na noite de sábado (08), na região do bairro Jardim Potiguar, em Várzea Grande, além de cinco aparelhos de celular, sendo um pertencente a um dos foragidos, que continham fotos e um áudio de conversa no momento que acontecia o roubo na casa do policial.

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Tio de 62 anos é preso pela Polícia Civil por estupro de vulnerável contra sobrinha

Publicado

Um homem investigado pela Polícia Civil pelo estupro de vulnerável contra a própria sobrinha foi preso nesta sexta-feira (01.07). O crime ocorreu na cidade de Denise e é investigado pela Delegacia de Barra do Bugres.

A Polícia Civil apurou que o investigado de 62 anos cometeu os abusos sexuais contra a vítima que atualmente está com 13 anos. Os abusos teriam iniciado quando ela tinha 10 anos.

A vítima procurou ajuda do Conselho Tutelar após assistir a uma palestra na escola sobre violência sexual, na cidade de Denise.

O fato foi registrado na Polícia Civil que deu início à investigação e apurou que, além do suspeito de 62 anos, outro tio da vítima também é investigado por cometer abusos contra a adolescente.

A partir das informações coletadas na investigação, a delegada Renata Evangelista representou pela prisão dos dois envolvidos. As buscas seguem para localizar o segundo envolvido.

O homem preso nesta sexta-feira respondeu anteriormente por outro crime de estupro.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre prisão preventiva de trio envolvido em diversos roubos em Várzea Grande

Publicado

Três criminosos envolvidos em diversos roubos em Várzea Grande tiveram mandados de prisão preventiva cumpridos pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (01.07), dentro do trabalho investigativo realizado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (Derf-VG).

Os suspeitos foram identificados como autores de um roubo a residência em que uma família foi feita refém no bairro Nova Várzea Grande. O crime ocorreu no dia 22 de fevereiro, quando os criminosos invadiram a casa, rendendo o casal e as duas filhas de 03 e 07 anos, fazendo ameaças e subtraindo diversos bens.

Durante o roubo, enquanto um dos suspeitos ficou com as vítimas, as ameaçando e exigindo que fizessem transferências bancárias, os outros dois vasculhavam a casa subtraindo bens de valor, que foram colocados no veículo da vítima que também foi utilizado na fuga.

No dia 1º de março, o trio praticou um roubo a um hotel em Várzea Grande, ocasião em que foram presos em flagrante pelo crime. Na ocasião, um dos assaltantes estava em posse do celular roubado da vítima do roubo a residência.

Além dos dois roubos, os suspeitos possuem diversas passagens anteriores por crimes de roubos, furtos, associação criminosa e tráfico de drogas. Dois deles também foram identificados como autores de outro roubo a residência ocorrido no mês de janeiro em Várzea Grande.

Diante dos fatos, o delegado da Derf-VG, Maurício Maciel Pereira Junior, representou pela prisão preventiva dos suspeitos, em decorrência do envolvimento do roubo a residência em que a família foi feita refém. Os mandados foram expedidos pela Justiça e cumpridos pela equipe da Derf no presídio onde cumprem pena em decorrência dos outros crimes.

“Em virtude das investigações que apontaram o envolvimento dos investigados no roubo e de todo histórico dos suspeitos, foi representado por nova prisão preventiva, garantindo que eles permaneçam presos pela prática dos crimes”, concluiu o delegado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana