conecte-se conosco


Várzea Grande

Univag abre inscrições para vestibular com cursos presenciais

Publicado

MidiaNews

O Univag – Centro Universitário de Várzea Grande abriu o vestibular para o ingresso no segundo semestre de 2019. As provas presenciais acontecem em datas programadas em Cuiabá e Várzea Grande, nos campi da instituição.

As inscrições do processo seletivo são gratuitas e seguem até agosto. O início das aulas está previsto para o dia 12 de agosto.

Para o segundo semestre de 2019, o Centro Universitário oferece 5.753 vagas distribuídas em 39 cursos de graduação nas modalidades de Bacharelado e Licenciatura nas áreas: Ciências Agrárias, Biológicas e Engenharias, Ciências Humanas, Ciências da Saúde e Ciências Sociais Aplicadas e Graduação Tecnológica.

A novidade desse semestre são os cursos presenciais ofertados no campus Univag Cuiabá, na Avenida do CPA e no bairro Morada do Ouro.

Os cursos oferecidos são: Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciências Contábeis e Psicologia, todos 100% presenciais e com professores mestres e doutores reconhecidos em suas áreas.

Na modalidade Graduação Tecnológica foram inseridos três novos cursos na grade curricular da instituição. Os cursos de Negócios Imobiliários, Gestão de Serviços Jurídicos e Notariais e Tecnologia em Produção de Grãos.

Em sua trajetória, o Univag está entre os 11% das melhores instituições de ensino superior do país, com o melhor Índice Geral de Cursos (IGC). A alta qualidade de ensino é comprovada com a maioria dos cursos ofertados recebendo notas 5 e 4.

Inscrições

Os candidatos interessados em ingressar no Univag devem efetuar a inscrição para o vestibular pelo site www.vemserunivag.com.br, ou no próprio campus, na Central de Atendimento ao Estudante (CAE), de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h, e aos sábados, das 8h às 12h.

Para os cursos ofertados em Cuiabá, as inscrições também podem ser feitas pelo site, na instituição em Várzea Grande e no campus Univag Cuiabá, nos endereços: Avenida Brasil, nº: 269, bairro Morada do Ouro e na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, nº: 6.020, bairro Morada da Serra, de segunda a sexta-feira, das 08h às 20h, e aos sábados, das 08h às 12h.

Os candidatos poderão se inscrever até a véspera da realização de cada uma das provas. A inscrição é isenta de pagamento e segue até o dia 16 de agosto.

Provas

As provas presenciais acontecem em datas e horários programados, no campus Univag Sede e campus Univag Cuiabá.

No ato da inscrição o candidato poderá optar por dois cursos considerados, na ordem de sua preferência, como primeira e segunda opção.

Para a classificação, o candidato deve obter no mínimo 30% do total de pontos possíveis na prova de Redação.

Os candidatos devem se atentar ao horário da prova e chegar pelo menos com uma hora de antecedência, munidos de documentos pessoais (carteira de identidade com foto atualizada) e caneta esferográfica azul ou preta.

Condições

O Univag possui programas para ajudar a financiar a sua graduação, são eles: Bolsa Brasil e Crédito Educativo Univag. Ambos valem para todos os cursos (exceto Medicina).

No caso do Crédito Educativo Univag, o aluno paga 50% da mensalidade durante o curso. Os outros 50% serão financiados pela instituição e o acadêmico paga após a conclusão da graduação pelo mesmo prazo do curso.

Este programa exige um fiador e possui nível de renda mínimo.

Já o Bolsa Brasil oferece descontos de 30% a 50% dependendo do curso oferecido pela instituição.

Confira as datas das provas programadas, sujeitas a alteração:

Campus Univag Sede e campus Univag Cuiabá

09 de junho – 08hs às 10h

15 de junho – 13h às 15h

23 de junho – 08h às 10h

06 de julho – 13h às 15h

14 de julho – 08h às 10h

20 de julho – 13h às 15h

03 de agosto – 13h às 15h

11 de agosto – 08h às 10h

17 de agosto – 13h às 15h

As oportunidades para novos alunos serão de acordo com as vagas disponíveis em cada curso. Para mais informações (65) 3688-6006.

Comentários Facebook
publicidade

Várzea Grande

Presidente da Câmara de VG tenta convencer prefeito eleito a privatizar o DAE

Publicado

por

O presidente da Câmara de Várzea Grande, vereador reeleito Fabinho Tardin (DEM), que foi o mais votado no último dia 15 de novembro com mais de 3,2 mil votos, afirma que o único caminho para trazer melhorias para os serviços públicos de água e esgotamento sanitário no município é a privatização do setor. Com isso, ele vai na contramão do que pensa o prefeito eleito, Kalil Baracat (MDB), que aposta suas fichas na construção da Estação de Tratamento de Água (ETA) do bairro Cristo Rei para resolver a quase que diária de falta d´água em Várzea Grande.

“Durante a campanha, discuti muito com o prefeito Kalil Baracat, que o caminho para resolver o problema de água em Várzea Grande é a privatização do Departamento de Água e Esgoto. Com recursos suficientes, fazer investimentos e aí sim sanar o problema de água e esgoto em Várzea Grande”, disse o democrata, durante entrevista ao Jornal do Meio Dia, da TV Vila Real, no último dia 25.

Questionado se isso poderia gerar alguma contenda com o prefeito, que foi apoioado pela atual prefeita Lucimar Campos (DEM), Fabinho afirma que política é a “arte do convencimento”. “A política é a arte convencimento. Tenho certeza que o prefeito, um jovem dinâmico, vai conhecer ainda mais a realidade de Várzea Grande, e nesses 6 primeiros meses,  verá a necessidade real de privatizar o DAE. Tenho certeza que ele não vai querer acabar o mandato sem resolver o problema de água e esgoto em Várzea Grande”, completa.

Fabinho também criticou o comentário do senador Jayme Campos (DEM), que culpou a população várzea-grandense pela falta de água nas casas. Segundo ele, milhares de famílias têm reservatório “pequenos” e que por isso a água nas residências acaba rápido. “Infelizmente, foi uma fala equivocada do senador”.

O vereador também criticou as gestões passadas que deixaram o Poder sem investir no saneamento básico. “Se o prefeito falou que não vai privatizar, esse é o assunto é dele, mas tenho certeza que isso será repensado pelo prefeito, que vai pensar na população de Várzea Grande que não pode mais sofrer”, concluiu.

Comentários Facebook
Continue lendo

Várzea Grande

TRT volta bloquear contas de candidato em VG para pagar dívidas trabalhistas

Publicado

por

O empresário Flávio Frical (PSB), que disputou a prefeitura de Várzea Grande no último dia 15 de novembro e ficou em 2º lugar, teve, novamente, R$ 669 mil bloqueados de sua conta de campanha. Semana passada a desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da 23ª região, Eliney Bezerra, havia determinado o desbloqueio, mas reexaminou própria decisão.

“Considerando que a pretensão do peticionado consiste, em verdade, na reforma da decisão liminar e não propriamente sua complementação, com vistas ao aprimoramento da prestação jurisdicional, recebe, com fulcro no princípio da fungibilidade, os embargos de declaração encartados ao ID… como Agravo Regimental. Mantenho a decisão de ID… por seus jurídicos fundamentos. Nada obstante, considerando que em sua manifestação o litisconsorte impugna, até mesmo, a legitimidade da parte impetrante, com esteio no poder geral de cautela conferido pelo artigo 300 e seguintes do CPC, imprimo efeito suspensivo ao agravo regimental para que os valores bloqueados na conta corrente do Banco do Brasil não sejam liberados ao impetrante até decisão final deste recurso, mantida, no entanto, a suspensão de novas constrições”, diz trecho da decisão.

O montante havia sido bloqueado ainda no período eleitoral pela 1ª Vara do Trabalho de Várzea Grande para o pagamento de dívidas trabalhistas do candidato.

O empresário havia ingressado com mandado de segurança, alegando que a conta relativa às doações de campanha não recebeu donativos na execução trabalhista. Disse também que ação se aplica a empresa de Flávio Frical e não ao candidato.

Na decisão anterior, a desembargadora destaca que os documentos juntado aos autos revelam que o ato constritivo recaiu sobre valores depositados em contas do Banco do Brasil, cujo titular é Eleição 2 F A V PREFEITO, e que extrato  igualmente veiculado à campanha eleitoral recebeu em 09/11/2020 transferência no importe de R$ 50 mil, proveniente do Fundo PSB, partido político de Frical.

A magistrada destacou que os recursos do fundo eleitoral são “impenhoráveis”. “O bloqueio judicial feriu direito líquido e certo de Flávio, pois determinou a penhora das verbas destinadas ao Fundo Partidário, as quais são protegidas pelo instituto da impenhorabilidade, mormente porque os crédito em execução não se refere a dívida de campanha”, dizia trecho

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana