conecte-se conosco


Cidades

VG inaugura mais 1 unidade de saúde

Publicado

FolhaMax

Referência no tratamento de crianças e adolescentes com transtornos mentais, como o Autismo, bem como usuários de álcool e drogas, o Centro de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil de Várzea Grande – CAPSi, ganhou uma nova sede, visando melhorar o atendimento ofertados aos mais de 200 pacientes regularmente tratados e também os casos eventuais.

Com recursos próprios da Administração Municipal que na área de saúde em 2019 já aplicou somente nos quatro primeiros meses deste ano R$ 51.205.633 milhões, o que representa 21,87% das Receitas Correntes, quando a legislação prevê 15%, a prefeita Lucimar Sacre de Campos entregou a nova sede do CAPSi que fica próximo a Unidade de Pronto Atendimento – UPA do IPASE no Centro de Várzea Grande.

Várzea Grande vem ampliando sua rede de atenção psicossocial, bem como desenvolvendo ações para melhorar o acesso, qualificar as equipes com objetivo de promover a qualidade de vida voltada para os usuários, conforme os princípios do Sistema Único de Saúde – SUS.

“Estamos avançando. É claro que menos do que nossa necessidade, que é ampliada pela busca de pessoas de outras cidade de Mato Grosso, outros Estados e até mesmo países vizinhos ao Brasil, mas com certeza nossa saúde está melhorando e enquanto nós estivermos por aqui vai melhorar mais”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos que fez a entrega da nova sede prometendo esforços no sentido de construir uma sede própria para o CAPSi.

A Secretaria de Saúde imbuída em desenvolver ações para melhorar o cuidado de crianças e adolescentes, mudou a sede do Centro de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil de Várzea Grande para local com estrutura física mais adequada e ampliada para o atendimento terapêutico.

O CAPS Infanto Juvenil, é uma unidade da Rede de Atenção Psicossocial (Saúde Mental), onde atende crianças e adolescentes com transtornos mentais e em uso de álcool e outras drogas, conta com equipe multidisciplinar nas seguintes especialidades: Médico Pediatra, Psicólogos, Assistentes Sociais, Enfermeiro, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Técnicos em Enfermagem e Profissionais da área administrativa.

A prefeita Lucimar Campos pontuou o empenho de sua gestão em oferecer a população de Várzea Grande um serviço público cada vez mais eficiente e humanizado, investindo tanto na capacitação de seus servidores, quanto em estruturas e equipamentos. “Estamos avançando cada vez mais, não somente em estrutura e matéria prima, mas também na mão de obra, porque nossa preocupação vai além de reformas e construções, queremos oferecer a população um serviço de excelência e humanizado. Um serviço que de fato presente resultados. Por isso sinto imensa alegria em entregar essa nova sede ao CAPSi que muito faz por nossas crianças”, garantiu a prefeita.

O CAPSi possui atualmente 200 pacientes em tratamento na unidade, por mês uma média de 25 novos pacientes são recebidos. A nova sede terá uma capacidade maior de atendimento promovendo comodidade e melhores condições de tratamento para as crianças. Além de atendimento psiquiátrico e psicológico, os pacientes recebem assistência de uma equipe multidisciplinar, formada por psicólogos, enfermeiros, assistentes sociais, e técnicos. São atendidos crianças e adolescentes com transtornos mentais e em uso de álcool e outras drogas. São realizadas atividades como: Atendimento Individual, Psicoterapia Individual e em Grupo, Oficinas Terapêuticas, Grupo de Família, Visitas Domiciliares, Ações de Matriciamento, Atividades Culturais e de Lazer.

Além do tratamento ofertado, a equipe é referência para o atendimento de crianças e adolescentes com Transtornos do Espectro Autista e também as vítimas de abuso sexual.

O secretário de Saúde Diógenes Marcondes, citou a referência da unidade no tratamento de pacientes autistas. “O município de Várzea Grande, desde o início da atual gestão vem ampliando a sua rede de atenção psicossocial, bem como desenvolvendo ações para melhorar o acesso, qualificar as equipes com objetivo de promover qualidade de vida voltada para os usuários, conforme os princípios do Sistema Único de Saúde. A Secretaria de Saúde imbuída em desenvolver ações para melhorar o cuidado de crianças e adolescentes, mudou a sede do Centro de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil de Várzea Grande para local com estrutura física mais adequada e ampliada para o atendimento terapêutico. Além dos tratamentos ofertados, a equipe do CAPSi é referência para o atendimento de crianças e adolescentes com Transtornos do Espectro Autista e também crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual”, disse o gestor da pasta.

Ainda segundo Diógenes, a nova sede, vai proporcionar melhor atendimento ao público que busca o serviço porque tem um espaço maior, sendo assim os serviços oferecidos também poderão ser ampliados. Ele explica que o CAPSi vai funcionar de segunda a sexta, das 7h às 17h. O titular da pasta da Saúde acrescentou que a mudança é um esforço da administração municipal, que sabe da necessidade e importância do serviço para a população várzea-grandense.

Dona Maria Alexandre de Amorim, mãe do pequeno Alexandre de 5 anos, comemora a mudança e diz que nesses três anos em que o filho autista está em tratamento no CAPSi, os avanços do filho foram instantâneos e visíveis. “Hoje em dia meu filho é uma criança normal, graças a equipe do CAPSi e a toda a rede, que oferece para nós toda assistência e suporte necessário no tratamento dele. O serviço aqui é realmente de excelência como disse a prefeita Lucimar, que desde que assumiu a prefeitura só vem nos trazendo alegria, disse a mãe do Alexandre que participou com entusiasmo da entrega da nova unidade ao lado da Prefeita Lucimar Campos.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

AMM completa 39 anos de fundação e comemora conquistas para os municípios

Publicado

A Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM comemora nesta quarta-feira, 4 de maio, 39 anos de fundação. Ao longo dos anos a instituição fortaleceu a sua atuação municipalista e celebra quase quatro décadas de lutas, conquistas e vitórias em defesa dos municípios. Considerada uma referência na luta pelo fortalecimento do municipalismo e pela autonomia dos entes municipais, a AMM se fortaleceu e se consolidou por sua representatividade e pela trajetória de lutas e vitórias.

A instituição atua na defesa dos municípios, liderando e participando de mobilizações para garantir avanços, e também na prestação de serviços técnicos às prefeituras, com publicações no Jornal Oficial, elaboração de projetos, assessoria jurídica, técnica, capacitação, comunicação, serviços de apoio, entre outras atividades.

O presidente da AMM, Neurilan Fraga, ressalta que o principal papel da instituição é buscar mais recursos para os entes municipais, defender os municípios em todas as esferas de governo, perante os poderes constituídos, visando garantir mais autonomia e representatividade aos entes locais. “Nesses 39 anos a AMM tem defendido os municípios e, principalmente, o interesse dos cidadãos, que são diretamente contemplados com o trabalho desenvolvido pelos prefeitos”, frisou, destacando que boa parte das obras que são executadas nas cidades de Mato Grosso são resultado de projetos elaborados pela AMM.

Fraga destacou também outros serviços prestados pela Associação e o fortalecimento de parcerias institucionais. “São muitos serviços que nós prestamos para diminuir os custos, as despesas das prefeituras e consequentemente contribuir com os cidadãos. Além disso, a AMM representa os prefeitos perante os poderes e trabalha para fortalecer a parceria com a Assembleia Legislativa, com o Tribunal de Contas, com o Ministério Público, com o Governo do Estado, com o TCU, com as bancadas estadual e federal, com o Congresso Nacional e outros órgãos e instituições”, assinalou.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Cidades

SES divulgará boletim epidemiológico da Covid-19 somente às segundas-feiras

Publicado

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) passará a divulgar o Boletim Epidemiológico da Covid-19 somente às segundas-feiras. A medida leva em consideração a diminuição de casos e, portanto, recorrência de baixos números de notificações nos demais dias da semana.

Todas as notificações que ocorrerão entre terça-feira e domingo serão contabilizadas nos boletins de segunda. Em caso de feriado ou ponto facultativo na segunda-feira, o Boletim será divulgado no próximo dia útil. A Secretaria Adjunta de Vigilância e Atenção à Saúde informou que a medida já passa a valer nesta semana.  

É importante esclarecer que o sistema do Painel Interativo da SES continuará a ser atualizado diariamente, de forma automática, por isso, mesmo sem os boletins diários, será possível acessar os dados em tempo real.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana